Adultecer

calvin_hobbes

Adultecer é covardia

Que chega a doer

É desenhar limites

Sem giz nem pincel

Apequenar o mundo

Sem lápis nem papel

 

Adultecer é anoitecer

Achar que dá pra ser

Feliz no escuro

É preferir a luz da tela

Ver a vida pela janela

Construir o próprio muro

 

Adultecer é adulterar-se

Desvirar-se do avesso

Ser colibri sem asa

Ou cachorro sem mato

É matar a curiosidade

Antes que ela mate o gato

 

Bem que na vida a gente

Podia encriançar

Molecar por aí

Sem relógio no braço

Só um sorriso no rosto

E um universo pra desvendar

 

Se até Jesus dizia

Que tem que ser criança

Pra tocar o céu

Por que a gente insiste

Em pintar a cara

Com essa boca triste?

 

Que bem faria a peraltice

De fingir adultecer

Pregar uma peça no tédio

Porque nesse mundo doente

Ter o coração moleque

Ainda é um santo remédio.

———–

 

-|T|-

Reprodução permitida, desde que sejam dados os devidos créditos.
Escrever não é tão simples assim.

Anúncios

2 Responses to Adultecer

  1. Érika Tanaka disse:

    Extraordinário, como sempre ^_^ Nunca deixar a criança de lado. É o melhor remédio e é de graça!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: